fol





Be of GREAT HEART our dear friends.

SO VERY MUCH HAS CHANGED …

SO VERY MUCH IS CHANGING …

SO VERY MUCH WILL CHANGE …

For it is written in the stars.

Are you not ALL ‘Children of the stars’? Did you not KNOW what you had decided and then came to Earth to put it into place?

The Federation o Light -- 16th August, 2014


to gain space


Sunday, May 11, 2014

Project Camelot -- MARK RICHARDS entrevistado por KERRY CASSIDY




MARK RICHARDS entrevistado por KERRY CASSIDY

TOTALMENTE DE MEMÓRIA: CAMELOT VIDEO –Transcrição escrita

Kerry filmada pela Camera. Começa com uma pequena entrevista a Jo Ann Richards, a esposa do  Capitão Mark Richards, depois o video mostra Kerry no carro a recordar a sua entrevista pessoal com Mark Richards.

Kerry Cassidy entrevista o Capitão Mark Richards
Fonte:

Publicada em  Novembro 8, 2013

É uma entrevista feita ao Capitão Mark Richards, ocorrida na Prisão de Vacaville, em 2 de Novembro de 2013. É a primeira vez, em cerca de 30 anos de encarceramento, que um jornalista o entrevistou. Não me permitiram documentar esta entrevista cara-a-cara, com camera ou com quaisquer outros aparelhos, ou mesmo tomar notas durante a entrevista.

Tudo o que irão ver e escutar foi lembrado de memória, imediatamente após o meu encontro com ele. Precisamente antes da entrevista, falei abreviadamente com a esposa dele, Jo Ann, que também esteve presente durante a entrevista.

O Capitão da Marinha, Mark Richards, foi um oficial que esteve envolvido na Batalha Dulce, como também um membro muito activo do Programa Espacial Secreto e do Comando Espacial dos EUA, durante muitos anos, antes de ter sido detido e acusado de um assassinato que não cometeu.

É um caso clássico do governo incriminar alguém dentro das forças militares, que sente que se pode voltar contra eles,

 “. . . Quando a verdade se tornou evidente de que criaturas sub-humanas e outras estavam a ser produzidas a partir de mulheres abduzidas e engravidadas contra a sua vontade, formou-se um grupo secreto dentro dos militares e das agências de serviços secretos dos EUA, que não aprovavam os acordos que tinham sido feitos com os  ‘Offworlders’ = ‘De fora do mundo’

Muitos desses corajosos seres humanos  seriam assassinados, ou ‘ morreram em circunstâncias misteriosas’, ou seriam silenciados de outras maneiras, O oficial dos Serviços Secretos da Força Aérea, que declaradamente foi o homem que encontrou os Extraterrestres, em Holloman (Base da Força Aérea), em 1964, foi o lendário ‘Dutchman = Holandês,’ Ellis Loyd Richards, Jr.— o mesmo homem que declaradamente ordenou o ataque em Dulce, em 1979, e o seu filho, o Capitão Mark Richards, iria conduzir o ataque humano na instalação.” .”—E.D.H. Earth Defense Headquarter’s = Quartel General da Defesa da Terra.

Sumário Técnico/ Inverno—2001
Editado pelo CAPITÃO MARK RICHARDS”

Publicado por—Earth Defense Headquarters http://www.edhca.org/



KERRY CASSIDY (KC): Ok, estamos a aproximarmo-nos da área da Prisão de Vacaville e realmente estou receosa de fazer qualquer volta errada e ir presa, devido à área onde estamos. Estes são os limites da vizinhança da prisão. Não consigo imaginar ninguém a dizer: vamos difundir em directo da prisão. Vocês sabem, vamos criar os nossos filhos em frente à rua de uma prisão. Quero dizer que falhei a [volta], como um pesadelo. A rua que acabamos de passar chamava-se Butcher = Carniceiro, e estamos a falar como vocês chamam às ruas à volta de uma prisão, Ruela da Linha da Morte, Ala dos Assassinos. Vocês sabem, não compreendo como podem construir uma prisão, e o lugar parece-se totalmente com a Alemanha Nazi. Por isso, em minha opinião, a noção total de prisões é realmente uma noção de dementes.




Oh, ela está aqui. [Kerry vê Jo Ann e sai do carro]

Estou aqui com Jo Ann Richards, Estamos aqui em Vacaville e estamos quase a entrar na Prisão de Vacaville. Estou a tentar vestir-me de maneira conservadora. Acreditem ou não, tive realmente de pedir estas calças emprestadas, porque só uso jeans. Não uso mais nada senão jeans e mini saias. E nada disto condiz (aponta para o sweater e para as calças) por isso, penso que pareço muito ...
.
JO ANN RICHARDS (JAR): Conservadora.

KC: Ok, bom, e tenho um casaco largo para cobrir todo o corpo, se for necessário. Se não tiver o aspecto de uma freira, então terei de usar uma peça de vestuário extra.

JAR: [risos]

KC: Por isso, não posso levar um gravador. Estamos a filmar com uma camera aqui, no local de aparcamento do McDonalds para documentar esta ocasião importante, certo?

JAR: (risos) É. É muito importante.

KC: Sim, e quero dizer com isto que posso ser a primeira pessoa que o entrevistou, que veio à prisão.

JAR: Excepto eu, sim, quando era jornalista, sim.

KC: Uau!

JAR: Quero dizer que tivemos amigos, mas ninguém com capacidade jornalística, por isso, isto é excelente.

KC: Ok.

JAR: … E iremos comprar  um par de picture dockets’ (certificados de fotos) para que possa tirar fotos de si, ao estar aqui.

 KC: Ok, então . . .

JAR: E é realmente . . . logo que esteja lá dentro, não é tão assustador como parece.

KC: É muito agradável e ...

JAR: É muito agradável e ...

 KC:  Estou a pintar os lábios.

JAR: Nós todos, você sabe, sentámo-nos às nossas mesas, comemos e falamos.

KC: Certo. Então penso que a pergunta é, há quanto tempo o seu marido está na prisão?    

JAR: Fez 31 anos desde que foi preso. Por isso 31 anos menos cerca de 4 ou 5 meses que esteve fora sob fiança.

KC: Ok, e neste momento há alguma possibilidade de apelar para a liberdade condicional e sair no futuro, esse tipo de coisa?

JAR: A sua sentença é para toda a vida, sem direito a liberdade condicional, então tecnicamente não. Deste modo,  continuamos a pensar em novas estratégias, e a manter a esperança que, com a superlotação,  vão perceber que precisam de deixar sair os detidos mais idosos, porque ele tem agora 60 anos, e que é velho para estar na prisão, então. . .

KC: Oh, ok.

JAR: Esperamos que alguém pense cuidadosamente …

KC: Uau.

JAR: . . . sobre as decisões do governo. [risos]

KC: Ok, e haverá alguns assuntos que eu não possa abordar ou você sabe, coisas que eu não possa dizer, ou qualquer espécie de assuntos, porque [se houver], necessita dizer-me agora.

JAR: Como você vai pessoalmente, provavelmente pode perguntar-lhe qualquer coisa. Se houver algo que ele não possa dizer, ele não dirá.

KC: Ok.

JAR: E ele também dirá, não lhe posso dizer ou deitará um olhar que poderá perceber como não me pergunte isso. Ou, se isso quebrar o seu juramento de sigilo aos EUA, ele não partilhará.

KC: Ok.

JAR: Então, tente perguntar-lhe tudo o que desejar, mas tenha em mente que ele pode não ter possibilidade de lhe responder a tudo.

KC: Certo, em termos de  [tempo], quanto tempo posso estar com ele?

JAR: A visita foi pedida para as 12:00, e se hoje forem pontuais, e quem sabe? A visita termina às 2.00 – 2:30. Deve dispor de uma hora e meia a duas horas.

KC: Ok.

JAR: Vai ser, vocês vão estar em contacto e falar um com o outro. Ele vai sondá-la e você fará o mesmo, mas só para você saber, ele é muito cauteloso quando conhece pessoas novas.

KC: Ok.

JAR: E tem de decidir se pode confiar em si.

KC: Certo.

JAR: Quero dizer com isto, que ele estará bem consigo e comigo, a falar durante todos estes meses e todas estas entrevistas, e ficou muito feliz, por estarmos a fazê-lo e muito grato pelo seu apoio.

KC: Ok, e digo de novo, não poderemos gravar a conversa, por isso, o que tenho de fazer é recordar.

JAR: Lembrar, certo. E depois vá a casa depressa e escreva um blog ou algo sobre isto.

KC: Sim, sim, e nesse caso vamos talvez tentar fazer um vídeo blog, imediatamente a seguir.

JAR: Sim.

KC: [Enquanto está] fresco, você sabe. 

JAR: Oh, vai ser fantástico. 

KC: Você irá falar no UFO . . .

JAR: CON.

KC: CON.

JAR: No próximo fim de semana.

KC: No próximo fim de semana.
JAR: Sim.

KC: Então vai ser excelente e quero também fazer-lhe perguntas sobre o pai dele, está bem?

JAR: Oh, ok, certo.

KC: É proibido?  

JAR: Oh não, não. Digo novamente, a única coisa que é proibida é se isso quebrar o sigilo dos juramentos.

KC: Ok.

JAR: De contrário, ele é muito aberto.

KC: E apenas por curiosidade, o pai dele já faleceu ou ainda é vivo?

JAR: Não, faleceu em  Fevereiro de ’97, pouco antes de nos conhecermos.

KC: Oh, certo, ok, sim. Certo. Tem algum familiar que o visite regularmente além de si?

JAR: Não.

KC: Não, ok, certo. Ele quer que lhe pergunte sobre o caso que o levou para a prisão, ou iria preferir que eu não fizesse isso?

JAR: Tenho a certeza que ele não se importa que você saiba, e especialmente se nos ajudar com estratégias, possibilidades de boas ideias, estratégias jurídicas para prosseguir ou seja o que for, Ele ficará bem com isso.

KC: Está bem. Bem, eu só queria fazer um blog de vídeo rápido e
então estamos a ir para a próxima etapa. Então, quando eu voltar, vamos
rever isto, ok?

JAR: Vai ser divertido.

KC: Pois, é muito emocionante. Obrigada.

 [o tempo passa]

DE NOVO NO CARRO, DEIXANDO ESTE LOCAL:

Olá, sou Kerry Cassidy,  e acabei de chegar de entrevistar Mark Richards, na Prisão de Vacaville, e tenho de dizer que foi uma experiência fascinante. Exigindo muita atenção, quero dizer, absolutamente surpreendente! Um homem muito interessante, completamente um militar, de herança e ADN de origem Germânica e Britânica – tudo isso.. Muito, mas mesmo muito conhecedor do Programa Espacial Secreto e tudo relacionado com ele. Bombardeei-o, incessantemente com perguntas.

Posso dizer-vos que, com todas as intenções e objectivos, ele é exactamente quem diz que é. Isto é o que parece ser verdade. Estava muito bem informado, muito bem lido, muito gracioso e respondeu a todas as minhas perguntas com clareza.

Não houve nenhuma tentativa, ou pelo menos tentativa óbvia de confundir-me, e vou desbobinar a informação que me foi dada, que em alguns casos é espantosa e mesmo a validação de muito que me foi dado, ou do que eu sei, de oito anos no Project Camelot.

Posso apenas dizer que é uma pessoa que realmente sabe do que está a falar., e que é capaz de responder-me de acordo com a sua própria experiência – uma experiência muito directa. Foi Capitão da Marinha. Penso que o seu pai foi um militar de alta patente da Força Aérea. Estavam ambos inseridos no Programa Espacial Secreto = Secret Space Program.

As perguntas que lhe fiz têm a ver com a obtenção da verificação de quem governa o planeta, quais são as diferentes raças, quem está a visitar-nos, a interagir com os humanos e alinhar-se com diversos países, governos e facções militares.

E assim, estava realmente a fazer-lhe uma série de perguntas altamente sofisticadas. Não era apenas, quais são as espécies extraterrestres e qual o seu aspecto, embora tenhamos algumas dessas aqui. Ele fez declarações muito claras que irei reproduzir. E de novo, estou a reproduzir de memória cerca de duas horas de conversa com ele, e não tive nenhuma caneta ou papel. Não era permitido tirar notas de espécie alguma. Por isso, é tudo referido de memória. Vamos fazê-lo agora, para que eu tenha um registo claro e para que possa documentar para o público, o que aprendi.

Parece, visivelmente, que deu um ok à difusão gradual desta informação e fui a primeira pessoa que o foi entrevistar a título oficial. Aparentemente houve alguns visitantes que eram amigos e Jo Ann, a sua esposa. Mas para todos os fins e propósitos, esta foi a primeira vez que foi entrevistado desta maneira,  com o objectivo de ser difundido a público.

Posso dizer que falou de raças extraterrestres com quem lidou directamente durante anos, e elas abrangem, em primeiro lugar e sobretudo, o que ele designa como os Raptors = Aves de Rapina e a raça Raptor é um grupo que se assemelha, até certo ponto, aos Velociraptors, e eu interrogo-me se talvez eles descendem deles. Consideram que a Terra é deles, que são uma espécie indígena da Terra e que realmente se extinguiram.

Realmente, partiram durante o fim da era dos dinossauros, mas então alguns sobreviveram e, aparentemente, regressaram, e estão a interagir directamente com os nossos militares. Têm uma base e operações conjuntas a acontecer, ou tinham nas ilhas Falklands (Ilhas Malvinas) e creio que, presentemente, têm uma base sob essas ilhas. São uma espécie que se parece com as gravuras deles, como um Park Jurássico.

Adoram os nossos artigos de luxo. Foi-me dito que adoram carros, carros de luxo e coisas como essas. Têm um conjunto de valores de família. Se recordo correctamente, a sua primeira aproximação foi, mais ou menos, em 1951, e inicialmente, a sua interacção com a nossa raça foi negativa.

Mas logo que estabelecem relacionamentos, creio que nos tornamos colegas tácitos. Chamam-nos aliados, aliados humanos. No entanto o seu impulso inicial é comer os humanos, e ainda podem fazê-lo em qualquer altura se ficarem loucos ou coisa parecida.

Foi-me dado o exemplo que alguém podia ter um relacionamento amigável, falar com eles mas se eles se zangassem, eles podiam dar meia volta e comer o rapazinho, sabe? Eles gostam de comer humanos. Mas quando se envolve nesses relacionamentos militares com eles, eles refreiam-se, da maneira que vocês podem imaginar um vampiro refrear-se.  Por outras palavras, ainda têm essa capacidade, mas refreiam-se de exercê-la.

Assim, têm estado a estabelecer e a evoluir o seu relacionamento com os humanos, durante 40 ou 50 anos, ou seja o que for. Realmente, tinham um relacionamento muito íntimo com Mark Richards, que parece ter um grande amigo que está entre eles.

O que ele descreveu foi os relacionamentos tal como existem entre os militares e várias raças extraterrestres, que não são uniformes.Por outras palavras, têm alguns indivíduos, ou realmente facções dentro de cada grupo, que podem estar mais predispostas a ser favoráveis aos humanos e outras que são menos, mesmo dentro das mesmas raças.

Perguntei-lhe sobre as agendas globais para cada grupo. Há duas raças de Reptilianos – verdadeiramente há muito mais raças de Reptilianos – mas há duas raças principais de Reptilianos que são antagónicas aos humanos e que querem apoderar-se da Terra, reaver a Terra para eles.

 Consideram que são os donos da Terra, e também estão a batalhar contra a raça Raptor pela posse da Terra. Os humanos estão a ajudar os Raptors e a raça Raptor está a ajudar os humanos a lutar contra as raças reptilianas, essas duas raças que têm agendas diferentes, mas que, mais ou menos, tem a ver com a apropriação da Terra.

Um desses grupos de reptilianos é mais humanóide, mantendo-se sobre duas pernas, etc., e é mais parecido com os humanos, e com o passar do tempo, perdeu a cauda. E há outra raça que tem uma aparência mais reptóide, com caudas. E na maior parte, nenhum grupo está orientado positivamente em direcção aos humanos. Há um grupo de Draco. Têm asas. Conhecêmo-los como os Viakars. Não perdemos muito tempo a falar deles mas ele disse que eles eram uma raça diferente.

Então, por outras palavras, há muitas raças diferentes a funcionar aqui na Terra, e que estão a entrar e a sair do planeta, mesmo que a nossa atmosfera seja difícil para muitos deles, para a maior parte. Concordou que a terra farming do planeta, como tenho afirmado muitas vezes no Camelot, com metano e com o desastre de Fukushima que envolve radiação, é um esforço para tornar o planeta mais ameno para certas raças de seres, incluindo os Reptilianos, para eles poderem estar na nossa atmosfera com mais facilidade.

A agenda/programa deles é esta. É uma das agendas. A outra, sei que vou saltar porque tenho de esgravatar na minha memória, em todas as áreas que falamos, mas basicamente o que está a acontecer é que eles estão a  terra farming este planeta. (N.da T.: criar agricultura e condições de vida num planeta).

E estão a procurar usar a radiação para criar uma Humanidade 2.0. Estão à procura de mutantes, tal como afirma o filme do X-men. Por outras palavras, a radiação pode causar mutações que podem ser mutações positivas para uma raça de seres e é por isso, que eles estão à espera para pousar, aceder a mais alguns super poderes a partir daí. Certamente, acho que ser capaz de viajar no espaço com mais facilidade é um exemplo, como se pode suportar melhor a radiação. Claro que penso, como exemplo, que a capacidade de viajar no espaço será mais fácil, pois será possível aguentar mais radiação.

Falámos sobre tantas coisas. Estou a disparar como uma arma, algumas coisas, porque foi muito substancial. Quero dizer que quase não lhe dei tempo para respirar, porque estava a perguntar-lhe coisas precisamente assim [ruído de estalar de dedos]. E não hesitou em ponto nenhum, e quando não sabia alguma coisa, era claro. Se eu dissesse alguma coisa demasiado geral, ele pedia-me para ser mais específica. Tivemos um bom relacionamento e fomos capazes de falar um com o outro facilmente. Ele provém de uma origem Anglo-Germânica. Tem olhos azuis, pele de cor clara e parece ser alemão. Foi indubitavelmente um oficial de alta patente do Programa Espacial Secreto.

Foi falsamente incriminado. O assassínio aconteceu quando ele nem estava mesmo aí. Ele estava num exercício e tinha acabado de regressar e estava a tomar uma refeição com a mãe quando o verdadeiro facto, como penso, ocorreu. Mas, para todos os efeitos, não foi capaz de se defender, porque estava ausente numa missão durante o tempo em que a trama deveria estar a  acontecer, juntamente com todas as outras coisas de que foi acusado. E, certamente, você não pode usar a sua missão secreta como defesa num processo desta natureza, porque, por um lado, viola o juramento de segurança, e por outra lado, ninguém iria acreditar nele.

Ok, além disto . . . falámos dos Greys. Falámos de Dulce, da batalha de Dulce. Ele falou da violência como sendo o ultimo recurso. Disse que até certo ponto, eram jovens e inocentes, nessa altura, durante a Batalha de Dulce, em que entraram e que era suposto ser uma ameaça amigável, em vez  de uma ameaça evidente, ou  de uma batalha sem perspectivas. Mas desenvolveu-se como um batalha porque não sabiam simplesmente, como lidar com ela e [eles]terminaram por ter de matar um certo número de Greys, etc. etc., para tentar libertar os humanos que estavam a servir de cobaias para as  experiências que estava a acontecer aí.

Ele concordou comigo. Disse que foram enviados por Carter e que, antes disso, interroguei-o sobre Eisenhower, que estava lá fora a falar sobre como iam invadir, durante a administração Eisenhower. Disse que Eisenhower queria que usassem engenhos nucleares. E realmente, ao utilizar engenhos nucleares, vão e travam batalhas. Falou do facto que havia ... Sean David Morton era um denunciante sobre quem ele escreveu um livro, e então fiquei curiosa, se o testemunho do denunciante foi correcto, e foi basicamente.

Houve ou há, um extraterrestre que dirige aquele lugar que não é Grey. Ele disse que a maior parte dos clones são Greys,Uns portais interdimensionais que requerem que eles se desmaterializem e quando se tornam a materializar no outro extremo, não são os mesmos seres e os humanos podem fazer a mesma coisa, mas que hesitam, e muitos deles, como o próprio Mark, não irão através certas espécies de portais que requerem que eles se desmaterializem, pois quando reaparecem no outro lado, basicamente têm de morrer par se tornarem visíveis aí. Tornam-se visíveis em forma humana com todas as suas memórias intactas, etc, etc, mas não são o mesmo ser como aquele que partiu daqui. É um duplicado, por assim dizer.

E se regressam e tornam a fazer a travessia, tornam a morrer de novo, desmaterializam-se, e tornam a materializar-se com a mesma configuração que temos, mas ele disse que é muito prejudicial. Tende a ser um processo degradante que acontece nessa espécie de portal que ele declinou usar. No entanto, disse que os Greys usam-nos sempre, e faz parte da razão de se terem degradado a certos níveis físicos e disse que também afecta a capacidade mental.

Diz que a sua própria capacidade mental foi aumentada. Perguntei-lhe se a sua inteligência tinha aumentado de capacidade. Ele aludiu ao facto dizendo que, sim, tinha aumentado, como também a de muitos outros militares que pertenciam ao Programa Espacial Secreto. E é o caso de muitas pessoas com quem falei, que faziam parte desse programa, especialmente do lado mais secreto, e isso foi mesmo antes dos dias daquilo que designamos como super soldados.

Disse que há muita verdade sobre a história do super soldado que envolve aumento e aquilo que chamo super homens robóticos, e ele confirmou que é a agenda deles. Que esse programa está a ser executado. E pensa que a Nano tecnologia é o pior lado desse processo. Disse que teve experiência directa com a Nano, embora não tivesse tido tempo para descrever de que maneira.

Ok, por isso eu estava muito interessada em quem governava o planeta Terra e o aspecto fundamental da situação. Ele disse que ninguém estava a governar o planeta Terra. E a razão é que eles estão todos, mais ou menos, em guerra uns com os outros, dentro das diversas raças extraterrestres que nos visitam, algumas crêem que são donos do planeta, e também dos humanos. Por outras palavras, tal como cada um dos nossos países tem uma agenda diferente, também é isso que temos do lado dos extraterrestres. E disse que, se alguma coisa, é mais complexa do que as relações humanas aqui no planeta Terra,  é politicamente contrária.

Mas falamos sobre Zecharia Sitchin, os Anunnaki, o conceito de humanóide, dos seres muito altos que estão representados nos templos e ele verificou que efectivamente estes seres parecem dessa maneira. E não parecia ter a certeza que indivíduos ou seres como Enki ou Enlil ainda estejam vivos e se eles irão ou não irão regressar nesta época. Falamos no regresso de Marduk. Ele indicou que podia haver alguma possibilidae de verdade aí, mas de novo afirmou que não governam a Terra. Talvez queiram governar, mas não estão a fazê-lo.

No entanto, disse que o grupo na Suméria era Reptiliano, que pareciam Reptilianos, e que estão relacionados com os que estão a governar o Vaticano, nesta ocasião. O que ele verificou, é um grupo de Reptilianos.

Falei sobre uma das áreas importantes que eu tinha colocado lá fora, que  tinha anexado a nível psíquico, que tinha a ver com Obama durante a chamada coroação ou como eles chamam, [investidura] do novo Papa, que na verdade é um Nazi, e que, por essa razão tinham uma relação, mesmo a nível de ADN com as facções Reptilianas. Ele disse que na verdade, quando Obama foi prestar homenagem a Israel, que o subterrâneo em Dimona é onde está a base dos Annunaki, o que sabemos sobre esses Anunnaki humanóides, do que compreendi, é que na verdade Biden foi cumprimentar o novo Papa como uma espécie de aceno, mas, basicamente foi uma declaração dos Estados Unidos, a dizer que não vamos necessariamente curvar-nos ao contingente nazi que está em funcionamento no Vaticano.

Ele falou muito especificamente … falamos sobre alguma informação nova que obtive recentemente, que tem a ver com os Chineses e onde os Chineses estão. Concordou que os Chineses estão a lidar com uma nova raça de seres que lhes estão a fornecer tecnologia nova, e foi-me dito que, basicamente, eles governam o mundo, mas não sentia que eles estavam a apoderar-se do sistema financeiro, contrariamente a alguns relatos que obtive recentemente. Ele não sente que eles estejam ... não soube que havia um contingente de Veteranos que foram tentar fazer um acordo na Grâ-Bretanha, deixando basicamente de lado, os Rothschilds e os Bush, a Cabala de Bush.

Disse que os Chineses não estavam a governar o sistema financeiro, tanto quanto saiba, e que praticamente não estavam a fazê-lo. Disse que realmente vão ser duramente pressionados nos próximos cinco anos para se manterem a singrar. Pensa que vão ter uma guerra civil, que o povo, o povo Chinês, está verdadeirmente revoltado contra as suas chefias, na China, e que vai haver uma guerra civil como resultado dessa situação.

Perguntei-lhe se, como eu pensava, o Programa Espacial Secreto é governado, na maior parte, pelos militares humanos dos EUA e ele concordou, que na maior parte era esse caso. Mas disse que tinham sido muito sitiados/cercados financeiramente pelos problemas que estavam a acontecer aqui no planeta Terra. E esse dinheiro como meio de troca não parecia interromper ou diminuir a sua capacidade de fazer essa espécie de coisas para bem do Programa Espacial Secreto que eles gostariam de estar a fazer, e isso enfraqueceu um pouco a sua força a determinado nível.

Obviamente, o Programa Espacial Secreto está a trabalhar em ligação com vários grupos de extraterrestres, e falámos sobre que grupos há lá fora, que grupos estão alinhados positivamente com os humanos e os que não estão.

Falámos sobre o que é conhecido como Federação Galáctica. Também falámos sobre outro grupo que é conhecido como o Colectivo, e como disse, falámos dos Reptilianos e dos Raptors. Por isso, parece que está dividido nessa espécie de grupos, em termos de facções, pelo menos aqueles que vocês podem abordar sem entrar em muitos detalhes, como também falámos de todas as diversas raças, para lá destas já mencionadas.

E também há grupos que vão interdimensionalmente. Não tivemos para falar pormenorizadamente em tudo isso, mas há, visivelmente, muitas espécies de portais aqui, portais de estrelas no planeta, alguns dos quais são portais das estrelas naturais, que envolvem vórtices e alguns que podem usar para ir à Lua ou a Marte. Disse que o mais fácil de transportar era artigos materiais, muito mais do que seres físicos, mas que vocês podiam defenitivamente tomar/utilizar os portais, e que ele e o pai tomavam/usavam os portais numa base regular aqui na Terra, na Lua e em Marte.

Perguntei-lhe se o uso desses portais degradavam fisicamente o viajante humano, se era um problema usar fisicamente um portal, porque recordo que Henry Deacon falou sobre isso e queixou-se de alguns problemas de saúde, resultantes do uso dos portais e Mark disse que esse é um dos resultados.

Vamos ver, há ainda tanto para expôr, e vou tentar abarcar tudo o mais rapidamente que puder. Ele falou, tal como é de domínio público, de Eisenhower encontrar-se com grupos de extraterrestres. Falou sobre os Nórdicos de Orion, eu tinha uma teoria de que nem todos os Nórdicos são tão amigáveis à nossa agenda, mas certamente há alguns que são. Disse que os Plêiadianos e os Nórdicos são raças diferentes e que têm um aspecto diferente. Disse que uma maneira que vocês podem dizer, é que realmente os Nórdicos têm o cabelo louro branco e algumas fisicalidades diferentes, mas que os Plêiadianos têm o cabelo da minha cor (louro dourado). Disse que não sabia nada sobre a história de Billy Meier. Perguntei-lhe isso.

Falámos sobre AI (artificial intelligence = inteligência artificial).Perguntei-lhe se havia uma AI (inteligência artificial) a governar a Terra, Mark disse que não havia. No entanto, há muito perigo que advém da AI.Também falou dos humanos que andam por aí que têm sido controlados pela AI:

Mark mencionou o facto de que estamos protegidos aqui, no planeta Terra. Disse que éramos como o que Israel é para o resto do mundo, no sentido de que eles têm os seus protectores que os mantêm vivos, mas alguns dos seus protectores não são necessariamente seus amigos. É como uma paz tácita, na qual reconhecem que não podem desfazer-se de toda a raça humana, porque iriam trazer a guerra para eles próprios, por isso têm um acordo tácito, se vocês assim desejarem, que permite à Humanidade estar no planeta.

Disse que se não fosse pela luta entre as raças que estão aqui e a visitar-nos, com várias agendas, que  a Humanidade não tinha vivido tanto tempo neste planeta, porque há um monte deles que gostaria de acabar com a Humanidade por completo. Então, é como a luta, vocês sabem, é como diz o ditado:  o inimigo do meu inimigo, meu amigo é. 

Ele referiu porque é que há sigilo e o facto de que todas as raças, incluindo os humanos, estarem completamente de acordo que o secretismo tem de continuar, porque a Humanidade não está preparada para lidar com a realidade da presença extraterrestre. E que não tem nada a ver como se parecem as diversas raças de extraterrestres; podemos suportar perfeitamente o seu aspecto/aparência. O que não podemos lidar é como eles agem. Por outras palavras, o facto de eles nos quererem comer. Há um certo número dessas raças lá fora, que basicamente querem comer-nos como jantar, e assim essa mentalidade, de sair e lidar com essas raças e saber que a qualquer momento eles querem comer-nos, é algo com que a Humanidade não consegue lidar.

Interroguei-o sobre a Batalha de L.A. Por exemplo, houve algumas pequenas coisas terapeuticas que lhe perguntei, como detalhes. Eu queria saber que raça de seres estiveram na batalha de LA [e o que] tiveram a ver com [isso].

Disse que os Japoneses estão a lidar com varias raças de extraterrestres, e na verdade, vários países têm vários relacionamentos com vários grupos de extraterrestres.  Então, como eu sempre soube, isso ainda vem acrescentar mais uma complexidade às relações internacionais, embora muito poucas pessoas lá fora, parecem percebê-lo ou lidem com isso.

Por outras palavras, temos governos. Os governos não agem sozinhos. Eles agem em conjunto com várias raças de extraterrestres com quem estão alinhadas e com as suas agendas, seja quais forem essas agendas.

E disse que os Japoneses estão a lidar com um par de raças diferentes, e que já concluíram os últimos quatro mil anos ou mais.

Falámos da batalha do Pacífico, e das bases subterrâneas dos vários extraterrestres. Ele confirmou isso. Disse que realmente a Marinha está em guerra com um grupo de Reptilianos, e que, em essência, eram Reptilianos com bases subterrâneas no Anel do Pacífico, e que tinham destruído um certo número delas. Destruíram uma ilha ao largo de LA, que se chama algo parecido com Ilha de LA, e que a maior parte das pessoas nem mesmo sabe disso, e que é [apenas] a 200 milhas de LA.

Disse que a energia nuclear era realmente inutil no espaço, tecnologia completamente antiquada, que realmente não fazia bem, e que não era útil para nada excepto ocasionalmente aqui na Terra, para usar como arma ou no espaço para basicamente, disse, para disparar contra um asteróide para fazer explodir uma nave que passasse, que eles quisessem destruir.

Foi o que ele disse como era usada. Mas disse que era muito imperfeito, um método muito imperfeito para fazer isso mesmo..

Então, por outras palavras, coisas como armas de feixes de partículas e armas escalares eram muito mais avançadas do que a tecnologia das armas nucleares. Mas obviamente as armas nucleares ou a tecnologia nuclear são uteis aqui na Terra para mudar o ambiente para um meio de radiação mais elevada, assim, em essência, iríamos sofrer mutações para ter vários poderes elevados que excepto... . . [cortado].

Não tive oportunidade de inquiri-lo sobre Phobos, pois queria, mas falei com ele sobre Solar Warden. Ele disse que Solar Warden é este planeta interior  [grupo]. Faz parte do nosso sistema solar. É um grupo de guardiães que anda à volta a monitorar as naves e as raças que vêm e vão.

Ele sabe algo sobre Ison e os raios que estão a chegar como parte de Ison, e vai tentar obter essa informação para mim da melhor maneira que puder. E, é nítido que ele sabe uma quantidade de coisas. É completamente surpreendente. Nem sequer hesitou.

Falou sobre a vanguarda de ter a tecnologia como uma raça, e ser uma raça de navegação espacial é toda sobre ter capacidade de explorar o que chamou uma estrela negra. E uma estrela negra pode então tornar-se um buraco negro, que é onde obtêm a sua tecnologia. Há ali uma enorme fonte de energia que as raças usam para alimentar as suas naves espaciais e para usar o que designam como warp drive (sistema de propulsão mais rápido do que a luz), para ter a capacidade de navegar à velocidade warp à maneira do Star Trek.

Mark disse que os humanos têm essa tecnologia, mas apenas porque lhes foi dada, ou roubaram-na, pois obtiveram-na de certo aparelho que andava à deriva [no espaço]. Por outras palavras, os ocupantes tinham desaparecido, mas era uma nave que tinha essa tecnologia. E ainda estão a tentar usar a engenharia reversa em certas espécies de naves que usavam em conjunto com outras raças a que estão, por assim dizer, associados, penso. Essa é a tecnologia que lhes dá acesso à tecnologia das estrelas negras, mas ainda não a possuem para si próprios, por isso é um factor um pouco inibidor, ser capaz de governar o espaço da maneira que gostariam, ou ter qualquer espécie de domínio lá fora sem a ajuda das alianças dessas raças.

A maior parte dos Greys são clones. Quase tive de parar com o assunto quando estava a falar de Dulce, mas o ser que estava a governar Dulce era, pelo menos, de um sistema estelar longínquo, é altamente inteligente e um ser diferente dos Greys. Perguntei-lhe se era um Zeta Reticuli. Ele pareceu pensar que poderia ter procedido juntamente com outra raça. E assim, aqui é o campo de recreio.

 Disse que os Rothschilds tinham menos domínio do que se pensava, embora tivessem uma posição em termos de estrutura de poder. E obviamente, os Bushes são actores, etc., etc. Disse que não encontrariam um registo do ADN da linhagem da família Bush – de qualquer maneira é sábio, pois contém ADN Reptiliano. Mas não são os que mudam de forma, contrariamente ao que as pessoas pensam, o seu ADN é completamente ADN Reptiliano. Não vão a hospitais normais e há uma razão para isso. E com os Nazis passa-se a mesma coisa, porque há uma linhagem que tem a ver com o ADN Reptiliano que está na linhagem Nazi.

As duas espécies Reptilianas principais que ele estava a discutir, disse, não se dão bem uma com a outra. Cada uma delas considera a outra inferior, embora tenham a mesma agenda, mas é para excluir a outra. Por isso, digo de novo, que essa espécie de animosidade funciona a nosso favor e a favor dos Raptors.

Ao que parece, teve uma grande quantidade de acordos com os Raptors, pois não só tinha amigos entre os Raptors, amigos específicos, tendo sido descoberto quando era criança, em Marin County, onde houve um acidente da nave espacial que foi deitada a baixo por um grupo de naves Raptor. Realmente foi a sua esposa, Jo Ann, que disse que ele tinha uma cicatriz a partir de uma relação de irmão de sangue com os Raptors, que foi feita quando ele era criança, em bebé, de facto, logo depois de ter nascido.

Falou dos Raptors serem capazes de falar Inglês, ou qualquer língua que queiram, mas as suas cordas vocais têm de ser ligeiramente alteradas, para poderem comunicar usando a voz como nós fazemos, e então podiam comunicar usando a nossa língua. Mas muitos Raptors que não estão a altos níveis dos militares e a sociedade Raptor não tem essa alteração, então têm de usar coisas como sinais. Disse que são ligeiramente telepáticos, mas não são totalmente telepáticos.


Perguntei-lhe se realmente tinha  algum aumento ou capacidade nessa área e parece que tem. Fez alusão ao facto de que a sua fisicalidade, sendo o que é, embora tenha problemas físicos, pois está a atingir os 60 anos de idade ou mais, que na sua capacidade actual, se não tivesse esse aumento, provavelmente não teria sobrevivido a 30 anos de prisão apenas fisicamente. Então, seja o que for  que isso signifique, soa bastante interessante no que realmente representa em termos de relações com seus companheiros, por assim dizer.

Vamos ver, o que há mais para transmitir. Estou a tentar pensar em termos de alguma coisa que me lembre. Perguntei-lhe onde estavam os portais e ele mencionou Menwith Hill e Dimona, e nomeou outra parte de Israel que tinha um portal. Disse que havia portais nas cordilheiras de montanhas entre o Paquistão e o Afeganistão, e que aquela área era crivada de portais, E há um certo número de portais, creio que são portais naturais, entre o Iraque e o Irão. E é claro que assim sendo, há muitas batalhas por causa desses portais, asseguramos ter o comando deles.

Essencialmente, se vocês fossem fazer um sumário de tudo o que ele disse, basicamente Mark falou dessa espécie de ser... realmente soa muito confuso aqui na Terra. Há tantas agendas em funcionamento para as diversas raças de extraterrestres, e há tantos deles e eles estão a lidar com várias forças militares, que realmente é difícil separar as coisas e falar sobre elas. Disse, que  que jamais vocês podem fazer uma afirmação geral sobre uma única raça, como podem fazer sobre um país por assim dizer.

Vamos ver, falou como acabou na prisão, por que é que eles o acusaram injustamente em particular. Disse que tinha ficado desiludido com o seu trabalho nas forças militares. Não está alinhado com a agenda Nazi e não está feliz com a experimentação feita por várias raças, que está a ocorrer na Humanidade.E isso soa também como se ele não gostasse de nenhuma espécie de assassínio encoberto das raças extraterrestres, mesmo se até certo ponto, eles fossem nossos inimigos.

Ele tinha ligações com mulheres russas, relações inter pessoais, bem como um chefe dos Serviços Secretos francês, aparentemente uma mulher. E essas alianças, embora ele alimentasse informações e as relatasse regularmente, etc, como um oficial, ele disse que isso o tornou numa ameaça para as forças armadas, de tal forma que eles preocuparam-se que ele se tornasse num informante. Por esta razão é que eles o incriminaram, que ele tinha mostrado de viva voz o seu desacordo com algumas agendas que tinha sido solicitado para fazer parte, e isso tornou-se mais problemático. No entanto, o seu pai que estava mais alinhado com o que podem designar como a missão estandardizada da Nova Ordem Mundial, pelo menos, ao longo de sua vida, porque ele foi criado com essa perspectiva mais do que Mark.

Vamos ver, estou a tentar pensar sobre outras áreas sobre as quais falamos, e tenho de esperar que a minha memória regresse a certas coisas, porque estou a tentar reproduzir tudo. Disse que tinha uma série de acordos com o Vaticano, e penso, com as raças Reptilianas sob o Vaticano.

Oh, ele disse que João Paulo, a morte de João Paulo, recordo e penso que foi nos anos ’60 ou ’70 [1978], quando ele foi morto, realmente foi um assassínio. Ele não morreu. Foi morto, como muitas pessoas suspeitaram,. Disse que em 1979, o Vaticano passou por uma mudança drástica, e que havia uma espécie de ... não estava claro. Não tive uma resposta clara e realmente não pude levar o assunto mais longe porque o nosso tempo estava a ficar cada vez mais curto.

Mas disse que em 1979, muitas pessoas não acreditaram nisso, mas que houve uma mudança maciça. Soou como se tivesse sido em todo o mundo, mas tinha especificamente a ver com o Vaticano e com a luta do poder dentro do Vaticano.

Bem, falei do sistema financeiro e de novo, se era verdade que os Chineses eram realmente capazes de apoderar-se dele, e ele disse que não, que não tinha ouvido nada disso. Ele está sintonizado e tem contactos no exterior.

Está regularmente em comunicação com pessoas a alto nível.

Falei sobre o Evento Bilderberg, vocês sabem, o Evento inesperado, a demonstração em que eu falei, etc., e ele disse que tinha um relacionamento com vários membros dos Bilderbergers.

Vamos ver, e que mais? Oh, ele disse que a ideia de mudar de forma/metamorfose, muito daquilo que vocês sabem que David Icke refere, realmente não é conforme. Há muito poucas raças que possam mudar de forma, penso que é mais uma coisa do ADN, de linhagem. Mas disse que há raças, que irão materializar-se aqui ou que irão usar um corpo androide que parece realmente humano e que depois irão manipulá-los à distância, usando AI (inteligência artificial). Daquilo que percebi, penso que os Andromedanos ... primeiro de tudo, disse que há centenas de raças de Andromedanos, por isso, não podem apenas designar um grupo como Andromedanos, e que todos eles têm agendas diferentes. [0:49:10]

Também falamos do povo Manta Religiosa (louva-deus). Disse que perderam poder nos últimos 50 anos, esse grupo, mas que inicialmente eram favoráveis aos humanos, e que agora podem estar mais fragmentados. O povo Manta Religiosa teve uma espécie de guerra civil dentro das suas facções. Disse que inicialmente o grupo dos Manta Religiosa eram favoráveis aos humanos e eram nossos aliados, embora eu pense que houve cisões dentro da sua facção, por isso vocês não sabem com quem estão a lidar. E disse que isso também é verdade dentro dos grupos Reptilianos. Acrescentou que os Greys estão completamente prontos para obedecer aos Reptilianos.

Disse que uma das razões porque estava a falar comigo, ou que podia falar comigo, é que eles sabiam que como ele era um prisioneiro, que ele é um criminoso – um criminoso condenado, ou como vocês lhe chamarem – que ninguém ia acreditar nele. E assim é a maneira deles fornecerem as informações para o público. Então sentem-se seguros dessa maneira, mas ao mesmo tempo querem espalhar informação, como ele disse, os filmes também são usados com esse propósito, filmes e televisão, pois até certo ponto querem acordar a Humanidade. Embora, vocês sabem, queiram manter o controlo de certos assuntos.

Mark falou de recuperação de naves acidentadas. Fazia parte, regularmente, da recuperação de acidentes. Disse que os Estados Unidos ainda vão por todo o mundo, a pagar a certos governos. Por exemplo, mencionei a África do Sul e vários países Africanos onde acontecem despenhamentos. As forças Militares dos EUA ou o Programa Espacial Secreto irá lá imediatamente, tentarão ser os primeiros no local da cena, e o seu trabalho é obter essa tecnologia, a qualquer preço. Matarão os cidadãos locais, ou farão tudo o que tiverem de fazer para obter essa tecnologia. Essa é a sua missão. É o que lhes é dito para fazer e ele fez parte dessas missões. Por isso recuperar a tecnologia ainda é a chave.

Estou a tentar pensar em mais alguma coisa que lhe tenha perguntado. Inquiri sobre o petróleo negro nano nas Ilhas Malvinas. Disse que ouviu falar disso, mas mesmo que tenha tomado parte na batalha das Falklands, não se expôs directamente, portanto não sabe muita coisa sobre esse assunto.

É uma pessoa altamente conhecedora e pilotou muitos tipos de naves espaciais inter estelares, ele e o pai. O pai dele, penso, era um piloto de caça da Segunda Guerra Mundial. De facto , ele tem linhagem Nazi. Tem pessoas com quem lutou, ele e o pai, ou com quem o seu pai lutou, que são ou eram membros dos Nazis.  

Oh, e falei com ele sobre os viajantes do tempo, de facto, sobre a tecnologia Nazi para viajar no tempo que, essencialmente, chegou com o Sino (the Bell), e que tinham essa tecnologia desde os anos ’40. Tinham uma maneira de ir ao outro lado, a Terra paralela, trazer Nazis e mesmo outros seres humanos, tal como o meu informante disse. Falei sobre este assunto na minha Conferência sobre a Viagem no Tempo, de um informante que eu tinha. E ele disse que há muitas operações que envolvem viajar no tempo, e que [há] muitas maneiras de poderem trazer de volta os humanos. Por outras palavras, torná-los mais jovens. 

Estão a trabalhar em todos estes aspectos, por isso, ele encontrou-se com os Nazis que foram tornados mais jovens, dessa maneira. Ele próprio lidou com eles, por isso ele confirma esta informação, que foi fascinante e disse que vocês não podem sempre dizer onde a pessoa que conhecemos na História, que meios é que usaram para trazê-los de volta, se eles atravessaram o que chamamos a Terra paralela, ou se foi esta técnica para reduzir a sua idade, e depois aumentar a sua capacidade, etc., etc., e fazer com que você viva uma vida longa. Disse que há muitas maneiras diferentes de como podia ser feito, e assim qualquer individuo em particular podia ter usado uma parte de qualquer programa.

Falamos da Área 51 conter um portal. Disse que Los Alamos, tal como pensamos, contém um portal e lugares básicos no Sudoeste dos Estados Unidos. Como referi, Menwith e Dimona. Disse que a Austrália era uma área muito forte. Oh, isto foi abaixo. Penso que estamos quase a ficar sem bateria. Penso que a bateria perdeu a energia. Parece que ainda estamos a difundir, mas não tenho a certeza. Está a funcionar?

Pessoa não identificada: ãm hãm.

KC: Está a funcionar? Ok, ele disse que a Austrália, nos desertos da Austrália, há um certo número de portais que as pessoas usam e especialmente os Militares dos Estados Unidos usam. Mark disse que há coisas que não pode contar-me, que têm absolutamente a ver, que ele seria morto ou não, e que os membros da sua família seriam mortos. Por isso, penso que ele tem um grupo seleccionado de informação a quem pode responder, mas também há um grupo  muito seleccionado de informação que ele não pode reconhecer ou com quem não pode falar.

 Penso que,  nesta altura, estou a ficar sem recordação de informação, por isso podemos parar e tentarei pensar em mais. Ok, obrigada.


[Mais tarde, a conduzir o carro] Por fora, a prisão parece literalmente, da era Nazi, mas está rodeada desta vizinhança com crianças, e quero significar as pessoas que vivem precisamente ao lado da prisão. Para mim parece incrível que queiram viver aí, mas talvez tenham de viver aí. Não estou certa sobre o porquê. Mas de qualquer maneira, a prisão por dentro, quando vamos encontrar-nos com os presos, não é nada como vemos nos filmes, pelo menos neste caso. Sabem, não está tudo alinhado com mesas e cadeiras onde as pessoas se sentam umas em frente às outras, conversam e não se podem tocar e tudo o mais.

As pessoas abraçam-se e sentam-se perto umas das outras, mesmo muito perto, casais e bebés, e as crianças correm à volta. Há quadros nas paredes, murais que os presidiários fizeram com cenas e animais da selva, parece um quarto de brincar. E tem mesas e cadeiras pequenas e tudo é pequeno, como se fosse emprestado por uma escola. Todos estão a comer de máquinas de venda automática. Têm um micro ondas e estão a fazer pipocas, portanto não é uma experiência medonha. Temos de dizer que essa parte é muito humana.

Embora hajam guardas e tudo o mais, não estão em cima de si. Não estou de pé ao seu lado. Penso que as suas cameras estão a documentar tudo que podem ouvir que você diz, mas fomos capazes de falar muito baixinho, e havia uma enorme quantidade de ruído, porque todo mundo está a falar de uma só vez aos seus cônjuges e todo esse tipo de coisas.

Estivemos lá duas horas ou mais. Estávamos atrasados porque ele disse que havia algum atraso. Disse que não sabia se tinha a ver com a tentativa de atrasarem-no ou não, mas houve mais demora  do que é habitual para trazerem-no até nós. E isso foi interessante. Vocês sabem, basicamente tivemos de sentarmo-nos nessas cadeiras pequenas, debruçados a falar uns com os outros, nós três - eu, Jo Ann, a sua esposa, e ele. Mark comeu uma salada de uma máquina de venda automática que ela lhe trouxe, enquanto estava a falar comigo. Podia mesmo comer qualquer coisa. Apenas bebi água. Jo Ann fez pipocas no micro ondas e eu comi.

Deixem ver se há mais alguma coisa, estou a pensar. Quando estive lá pela primeira vez, descrevi-lhe um pouco de Camelot. Parecia saber algo sobre Camelot. E tenho de dizer, ele realmente tem as suas fontes de informação, como também pessoas que estão a receber a sua informação. Falou de amigos queridos nas forças armadas, etc e realmente Jo Ann disse-me que os guardas não são capazes – de vez em quando tentam apanhar essas pessoas e causar-lhe complicações – mas ele é...  mas ele é do tipo de Germânico resoluto.

Não é um indivíduo brincalhão. É muito intelectual, uma espécie de físico intelectual, embora pudessem ver que provavelmente foi mais forte quando era mais novo. Ele ainda é bastante forte. Parece forte. Mas é absolutamente do tipo resoluto. Não estivemos a dizer piadas nem nada dessas coisas. Não é mesmo nada desse tipo.

Disse que os guardas tentaram chamar-lhe naco/grandalhão ou algo parecido, e como é Capitão e talvez mesmo Major das Forças Armadas, penso, ele insiste em ser tratado com respeito pelos guardas. E ele tem uma patente superior, disse Jo Ann, por isso é suposto que o tratem com respeito. E ele insiste nisso, e não sei se isso acontece.

Ela disse que se sente protegida, mas que tem tido pessoas a segui-la. Pensa que estão muitas vezes a seguí-la, não para espiá-la mas para protegê-la, porque ele insiste nisso. Talvez seja parte do seu acordo na encarceração.

A sua casa é sempre revistada cada vez que ela se ausenta, como quando viaja para fazer uma palestra, mas as autoridades, os militares deixam sempre  evidência de terem actuado furtivamente, Tentam não deixar pistas mas não fazem isso muito bem. Por isso ela está sempre ciente que eles andam em cima dos assuntos dela. Falou em ter ido a um Tour, penso que se referia a Glastonbury Tour, quando foi discursar recentemente, em Inglaterra. Havia um homem vestido de negro, da cabeça aos pés, em pé com uma camera que estava muito deslocado, não encaixava, mas basicamente estava a espiá-la. Penso que não era boa pessoa.   

Mark disse algo que me pareceu intrigante quando eu ia partir, que era algo que ele podia falar-me mais sobre Camelot. Por isso não compreendi o que ele queria dizer, mas penso que estava a referir-se ao Camelot do Rei Artur ou relacionado com isso, mas realmente não sei o que se estava a querer dizer. Talvez sobre isto, ou o meu Projecto, não sei.

No encontro com Eisenhower fora da base aérea, esqueci-me como se chamava. Esqueci-me como se chama, Muroc ou o que quer que lhe chamem, Edwards. Ele disse que havia três grupos de extraterrestres. Um chamava-se, ele disse que se chamava, quero dizer Gargoyles, mas não foi isso que ele lhes chamou. Chamou-lhes algo como os Ghouls, ou algo, que têm um nome que soa como... (Goblins) fazem gracejos sobre essa raça de seres. Estão lá e, penso, os Nórdicos e os Reptilianos. Era isso  que estava lá.

Houve um momento em que ele disse que as pessoas devem dar mais atenção, você sabe, o que eu estava a falar sobre a Humanidade 2.0 e seus esforços nesse sentido .. Essencialmente, ele estava a dizer que as pessoas devem colocar mais energia para esse fim e talvez menos para espaço exterior, você sabe, o tipo de histórias bonitinhas sobre extraterrestres que eles fazem, porque há muita coisa a acontecer, no planeta Terra, eu acho, onde eles estão realmente a tentar manipular os seres humanos, por assim dizer, e isso é algo que precisa ser investigado e se deve dar mais atenção. Quero dizer que ele definitivamente falou sobre ir à Lua e Marte como [se fosse] uma coisa normal. Ele também falou sobre ir para as luas, como as luas de ... Titan, ele nomeou e outras luas. E disse que estamos no espaço fazendo mineração espacial, por assim dizer.

Queria saber sobre o ouro. Porque alguém disse-me, recentemente: Oh, você sabe, os Chineses têm mais ouro do que ninguém. Realmente isso não é verdade, de acordo com Mark. Ele diz que estamos a trazer ouro e prata de outros planetas, e que vêm de planetas diversos, mas que não somos os únicos com ouro e prata, e que estamos a trazê-lo para o planeta. Obviamente o o Espaço Secreto usa-o para, basicamente, estar encarregado do planeta.

Também disse que, para uma raça governar,  a ideia total de ter um império é a configuração ou modelo mais comum no espaço, do que comandar recursos e alguma forma de dinheiro. Disse que há sempre alguma forma de troca com a maioria das outras raças, não obstante o que possa ser.

Disse que a nossa nuvem Oort de asteróides, que nos rodeia, tornar-nos num lugar muito difícil de alcançar, se não usarem um portal. Por outras palavras, se quiserem voar aqui usando uma nave espacial. E devido a isso de certa maneira  a Terra é uma zona muito protegida, que as raças extras terrestres têm dificuldade em chegar aqui usando naves, que tinham  de ser muito avançados para chegar cá, como as suas viagens espaciais.

Disse que não havia um segundo Sol. Disse que podemos ter sido um sistema binário há tempos, mas de acordo com o seu conhecimento, e ele esteve lá fora, ele disse, citando-o, ‘não temos um segundo Sol. Temos apenas um Sol... e eles têm de ter muito cuidado e não incendiar Júpiter formando um segundo Sol, que, por acaso,  foi o mesmo que Boriska disse. Isto valida a informação de Boriska.

Sabe muito sobre sistemas de propulsão e penso que também energia livre e tudo isso. Mas pareceu dizer que usar a estrela negra como um... oh, ele  referiu as estrelas negras como sendo uma fonte de neutrinos e que os neutrinos eram a melhor fonte de combustível à volta do sistema solar, e de novo, viajando a velocidade warp.

Ele pilotou todas as espécies de naves. Voou em naves experimentais que então faziam parte do Programa Secreto Espacial. Disse que há distorção na versão Star Trek, que as pessoas tendem a acreditar muito nela. Contudo, referiu-se a si próprio como tendo um carácter muito semelhante ao Capitão Kirk. Essencialmente esse era o seu trabalho, como tinha o Capitão Kirk. Por outras palavras, conduzir a flotilha espacial.

Fiquei com a impressão que ele e Jo Ann estão a ter presentemente relacionamentos e comunicações com os Raptors, como também com outras raças.

Mark diz que foi colocado na prisão, crê, por um certo grupo de Reptilianos, de acordo com alguns humanos que não gostavam e não confiavam nele. Penso que, talvez, basicamente uma espécie de contingente Wolfowitz-Cheney entre os que não são seus amigos.
  
Falou que as mulheres são extremamente desejáveis para as raças de fora do planeta. Os Reptilianos e os Raptors podem acasalar com mulheres humana e ter filhos que serão híbridos. A maior parte parecem humanos. Mas têm de ser ajudados e não percebi bem o que é que ele quer dizer com isto, mas têm de ser ajudados de alguma maneira. Consideram um acontecimento muito importante, estar com uma mulher humana, e que muitas raças, pareceu que ele disse muitas raças [sentem dessa maneira] . . .[o video perdeu a força]

Falou sobre Göbekli Tepe, a nova descoberta na Turquia, e disse que mostrava ou tinha uma forte ligação com Sirius, as raças de Sirius, que eram cães, chamou-lhes Canan-itas ou Cannitas (algo parecido) e que basicamente pareciam-se com cães, mantendo-se de pé nas patas traseiras e que têm estado a lidar com [eles], tendo chegado aqui há éons.

Também falou do povo dos Felinos, a mesma coisa.

Falou dos Egípcíos. Disse que estavam a lidar com todas as raças diversas que chegaram aqui e que estavam num a nível muito sofisticado pelos 2.000 anos que a sua civilização esteve a operar,penso que foram 2000 anos.

Disse que esteve envolvido nessa ilha que se chama Saint George, uma ilha abaixo das Falklands. Penso que é a seguir. Penso que disse que há uma espécie de base principal aí, e penso que deve ser onde os Raptors também estão.

E esteve a falar das guerras que acontecerem nos últimos 50 anos entre as diversas raças, incluindo as que acontecem aqui na Terra, ou parte dela. Disse também que as diversas facções das Forças Armadas, por exemplo, a Força Aérea tinham lidado, penso que com os Raptors, durante muito tempo e por esta razão, a Marinha, se apanhei as suas palavras direito, não acreditam muito neles. Por outras palavras, as diversas facções, perguntei-lhe, pois foi sabido no Camelot, que as várias divisões dos militares não confiam necessariamente, umas nas outras e porque estão alinhados com raças diferentes de extraterrestres e perguntei-lhe se podia verificar isso. Ele fê-lo. Realmente é esse caso. [o video vai abaixo]

Disse que efectivamente eles têm bases submarinas. Disse que Catalina era uma base que foi nossa, mas que realmente pertence a um Grupo de extraterrestres e que nós somos os ‘guardas de segurança’, da base de Catalina.

Salientou que realmente algumas raças gostam dos nossos artigos de luxo. Especificamente disse então que ficaríamos surpreendidos com o que um grupo de seres faria por um pouco de chocolate, e disse isso, e quase soou um pouco sinistro, E juntamente com esta linha de pensamento, disse que a Terra é muito... não disse precisamente a Terra, mas disse que todo o sistema solar está muito bem posicionado na Galáxia da Via Láctea. Visivelmente, para outras raças, é um lugar muito desejável. É uma área altamente contestada, e claro, a própria Terra, parcialmente pelas coisas boas – penso que ele disse mesmo ‘goodies = guloseimas’ – que continha, provavelmente os seres humanos entre as guloseimas que ele estava a falar. Por isso, ele disse que isso faz parte deste problema.

Disse que a sua linhagem pertence à família Stewart, em Inglaterra, mas que também provém de uma divisão escocesa desse grupo, e também uma parte forte/considerável da sua linhagem estava ligada aos Hapsburgs. Um dos seus parentes esteve envolvido com as Princesas Hapsburg e isso também valida o alto nível que atingiu nas forças militares, pois obviamente eles estão a promover essas linhagens.

A razão porque não vêem essas naves gigantescas a partir da Terra para ir ao Espaço, é porque podem transportar como muita facilidade, material físico através de um portal, e então podem usar naves pequenas, penso, para levar pequenas equipas lá para fora. É por isso que não há naves muito grandes, ou não têm que se preocupar a esconder naves muito grandes.

E disse que podiam ir tão longe quanto a Lua e Marte. Disse que a partir daí, torna-se arriscado tentar transportar coisas através dos portais. E isso coincide um pouco com o que Dan Burisch disse. Dan Burisch referiu anteriormente os portais como sendo usados para transportar materiais e Dan Burisch disse que havia um limite. Primeiro de tudo disse que os humanos não podiam ir através dos portais, o que não é verdade.

Acabei de me recordar que ele disse que fazia parte do Projecto Moon Dust = Poeira da Lua. E era um programa de recuperação de acidentados para recuperar tecnologia, como sabemos, e que está documentado lá fora. Mas o interessante é que escrevi há uns anos um roteiro, antes do Project Camelot e chamei-lhe Project Moon Dust, porque tinha visto o nome Moon Dust lá fora. Foi mesmo uma sincronicidade.

Também falou de Robots. Por outras palavras, uma das maiores ameaças que temos é a possível chegada de raças de Robots. Obviamente governados por uma interface AI (inteligência artificial) que pareceria humanóide. Penso como no Battlestar Galactica. Mark disse que é uma possibilidade real. Mas que podem não parecer humanóides; que também é outra possibilidade. E outrra grande ameaça, disse, foi a AI em geral, que foi um grande perigo. E a tecnologia Nano, disse, que foi o outro grande perigo para a Humanidade. E disse que tinha tido experiência directa com isso.  
.
Havia outras coisas que eu queria recordar, que ele disse ……[Kerry abana a cabeça e a voz desvia-se…]

…Não consigo recordar-me … há-de vir de novo, à memória…

FIM.

Totalmente de memória: A minha entrevista com o Capitão Mark Richards
Uma produção do  Project Camelot
Dirigida por Kerry Lynn Cassidy
Gravada no local e editada por
Neil Anthony Sanford
e
Kerry Cassidy
Novembro 2, 2013

Tradutora: Maria Luísa de Vasconcellos

No comments:

Post a Comment

p

Terra Galactica

crop circle

ET First Contact

the way we live

Could you imagine

MAN


THE ENTIRE 14:02' INTERVIEW IS AVAILABLE AT

rd


info@exopoliticsportugal.com

xmas



“Glory to God in the highest, and on Earth peace, good will toward men.”

This Christmas, Give Peace



I Decree


FOR SPIRITUAL ENLIGHMENT

PLEASE VISIT THIS SITE






esoteeric II



SUBTITLES IN ENGLISH, ESPAÑOL, PORTUGUÊS

Click upon the circle after the small square for captions

pleiades

THIAOOUBA PROPHECY - 14,15,16,17,18

P. Camelot - PORTUGUESE

terra galactica uk

TSUNAMI OF LOVE

Please click the icon YouTube and then the small square at the bottom right side to get the captions CC, and choose subtitles in UKRAINIAN

埋め込み画像 1埋め込み画像 2

Popular Posts

Be divergent

CONTACT

ashtar

arabic song












SO ... ONCE AGAIN I REITERATE ...

WE ARE ASKING YOU FOR YOUR ASSISTANCE ... WE ARE PUTTING OUT AN S.O.S. ... IN LOVE ...

TO OUR STAR BROTHERS AND SISTERS ... OUR FAMILY ... WE ASK FROM OUR HEARTS ... FROM THE CORE OF WHO WE ARE ... THAT YOU UNDERSTAND OUR SITUATION AND 'MAKE PLANS' TO ADHERE TO OUR CALL.

Blossom, 02:01:2014




richard dolan song

SEND SNOWDEN HOME

Send Snowden home

750,000
744,540

The world's greatest whistleblower is stuck in the Russian winter, facing solitary confinement, ridicule, and life in prison if US agents grab him. But this week, we could help get him to safety.

Edward Snowden exposed the mind-boggling and illegal level of surveillance the US government is conducting on, well, all of us. His welcome in Russia runs out soon, and he's got nowhere to go. But Brazilian President Dilma is angry at US surveillance and experts say she might brave massive US pressure to consider asylum for Snowden!

This is about much more than one man. If Snowden's act of truth-telling leads to crippling punishment, it sends the wrong signal to abusive governments and whistleblowers everywhere. If 1 million of us take action now, we can send President Dilma the largest citizen-supported asylum bid in history -- sign to safeguard Snowden and defend democracy everywhere.

SIGN HERE


KIEV



Revolution in Kiev, Ukraine

In the last days I received multiple requests to translate my posts for foreign readers, as they have very limited information about the happenings in Ukraine. This material describes events which took place in Kyev on January 22 and 23.

Sharing and distribution is appreciated.

22 January 2014. Battles on streets of Kiev.

I came to Kiev. I came to see for myself what is happening here. Of course, an hour after arriving at Maidan, you begin to understand that everything what you've read in dozens of articles, saw in TV news reports is total crap. In the upcoming reports I will try to, as objectively as possible, to sort out this new wave of Kiev revolution.








www.paradigmresearchgroup.org
Janeiro 16, 2014

Deixem a desinformação começar


Translate

Ancient Knowledge

HERE WE ARE ONCE AGAIN ...





The Book of Enoch

Einstein

Português
Falado em Portugês Biografia - Albert Einstein nasceu na região alemã de Württemberg, na cidade de Ulm, numa família judaica. Em 1852, o avô materno de Einstein, Julius Koch, estabelece-se como comerciante de cereais em Bad Cannstatt, nos arredores de Estugarda. Os pais de Einstein, Hermann Einstein e Pauline Koch, casaram-se em 8 de agosto de 1876. Hermann, que era comerciante, muda-se de Bad Buchau para a cidade de Ulm, onde passou a viver com a esposa. É em Ulm que nasce Albert Einstein, em 14 de março de 1879.

Rainbow of Love and Gratitude

Thank You to All

BOB DEAN'S INTERVIEW - AUDIO + TRANSCRIPT CLICK IMAGE CLICK IMAGE

BOB DEAN'S INTERVIEW - AUDIO + TRANSCRIPT CLICK IMAGE CLICK IMAGE
BOB DEAN'S INTERVIEW - AUDIO + TRANSCRIPT CLICK IMAGE CLICK IMAGE

Steve Bassett Interview